segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Os gringos tbm falam japonês

No último post, eu falei dos "nossos japoneses". Voltando ao assunto, eu acredito que muitos dos originais, digo, os japoneses comuns daqui, não fazem idéia de que possa haver pessoas com aparência de japonês e que não sabem ler as placas ou falar bem a língua japonesa. Digo isso porque já ouvi inúmeras histórias de colegas brasileiros, descendentes de japoneses que foram ignorados ou destratados na rua aqui no Japão, por não saberem ler as placas nas ruas. Calma! Felizmente não são todos os japoneses que agem de tal forma!
Eu lamento muito que meus conterrêneos decendentes de japoneses tenham que passar por certas situações somente pela aparência. Sou descendente de italianos e nem por isso, as pessoas me "obrigam" a falar algo mais do que "buon giorno". Mas ao mesmo tempo, imagino que deva ser estranho para um japonês comum, se deparar com um "pseudojaponês" - brasileiro de ascendência nipônica - com dificuldades de se comunicar em japonês. Eles não sabem o que é um compatriota que não sabe ler! Também não gostaria de julgar aqui, se isso é falta de informação, falta de conhecimento ou simplesmente uma coisa normal e aceitável para um país que não é conhecido e nem está preparado para assumir o status de "país de imigração". Mas o fato é que no meu caso, a história é outra, completamente diferente...

Basta eu dizer um simples "bom dia" em japonês ou ler uns poucos ideogramas que vai ter sempre um japonês que ficará estupefato com isso. Eles costumam ficar admirados e muitos tecem longos elogios a minha pessoa, como se eu tivesse traduzido um poema de Carlos Drummond de Andrade para a língua japonesa, ali, na hora. Sei que em parte isso se deve a minha aparência de "gaijin" (gringo). Para muitos japoneses, assim como quem tem aparência de japonês deve saber japonês bem, ainda parece difícil para eles assimilarem que um estrangeiro ocidental, branco, de cabelos claros e olhos verdes possa falar, ler e escrever japonês. Uma vez uma brasileira, descendente de japoneses me falou a seguinte frase: "É legal sair junto com você pelas ruas. Assim a gente eu posso ver como os japoneses reagem diante de um estrangeiro. Porque para mim, eles nem olham".

* Não, este não sou eu! A foto é meramente ilustrativa para mostrar um casal de gringos vestidos com roupas tradicionais japonesas.

Não são raras as vezes em que eu peço informação na rua em japonês e eles me respondem em inglês!! Ou ainda se eu estou acompanhado de um japonês e paro outro na rua para pedir informação, ele responde a minha pergunta olhando para o japonês que está comigo...ignorando totalmente a minha presença. Bom, mas nada que a gente não se acostume. Lembro que no Brasil é comum as pessoas pensarem que quem não fala português é surdo.
Dia desses, conversando sobre isso com uma colega de trabalho japonesa, ela me mostrou o ranking de coisas que os estrangeiros fazem e que deixam os japoneses admirados. Achei muito interessante pois lembrei que não é só o fato de a gente estrangeiro saber falar japonês que eles se assustam. Até se a gente senta sobre os calcanhares – posição chamada de 正座 (seiza) – (foto acima) eles se admiram e dizem algo como "Nossa! Ele sente direitinho!". Como era de se esperar, na lista, divulgada pelo Goo Ranking, "saber ler os ideogramas", "falar japonês fluentemente" e até "fazer barulho ao comer macarrão" aparecem entre as coisas que os gringos fazem e que deixam os japoneses admirados. Mas foram apontadas outras ações que até fiquei admirado. Vejam as 10 mais votadas!!
1. Escrever ideogramas difíceis
2. Fazer referência estando ao telefone
3. Falar em algum dialeto japonês
4. Falar japonês fluentemente
5. Usar expressões idiomáticas e provérbios em japonês
6. Comer "nattoo" (espécie de feijão fermentado)
7. Usar os hashi com desenvoltura
8. Amarrar a gravata na cabeça ao ficar bêbado
9. Usar o modo japonês de expressar o ano
10. Cantar alguma música folclórica ou música "enka"

7 comentários:

Takeo disse...

"8. Amarrar a gravata na cabeça ao ficar bêbado"

ahueahue essa é a melhor!



comer nattoo tbm! XD

Takasaki disse...

Sei muito bem do que você está falando. Não sou descendente de japonês e quando faço alguma pergunta, usando o meu limitado nihongo, eles (os japoneses, tecem vários elogios. Quando identifico o kanji de entrada e de saída, então. Só falta baterem palmas. Uns dizem que eu falo muito bem, outros que eu sou esforçado. Mas quando eles descobrem que minha esposa, descendente, com cara de japa, não fala uma palavra em japonês é possível ver em seus olhos o quanto ficam revoltados.

Outro dia uma japonesa me perguntou se eu tinha filhos, respondi que não (iie), depois ela me perguntou se eu queria, ai eu disse quemais pra frente (mada). Essas duas palavrinhas forma o suficiente para ela me elogiar exageradamente.

Um abraço e parabéns pelo blog.

Anna Luana disse...

Você já comeu "natto"?

E por que eles colocam a gravata na testa quando estão bebâdos?

Fernando disse...

Muito legal este post (Como sempre! hehehe). No caso dos japoneses ficarem revoltados com um descendente que não sabe japonês eu concordo e assino embaixo. Se você vai para um país como turista é aceitável você não saber praticamente nada, mas morar e trabalhar num país e não saber nem ler placas? Eu acho desprezível mesmo...

Ah e o item 2 da lista não seria "Fazer reverência mesmo falando no telefone." ?

Abraços!

Hidemi disse...

Poatz, verdade... eu vejo o olhar de reprovacao qdo meu marido (nao descedente) sai falando pera-pera e eu baka, soh sei falar hai, e kore ahahahahahaha
Mas nao sofro tanto, porque tem muito japones que pensa que sou mestica... minha familia eh de okinawa, o povo de lah eh mais moreno, e os olhos sao um pouquinho diferentes.
Ahhhh, em tokio qdo pediamos informacao eles insistiam em falar em ingles (o.O)? e ingles de japones eh muuuuito dificil de entender, entao pedia pra explicar em japones, e ai eles resolviam falar misturando as duas linguas (-.-) um horrror rsrsrs
Eu gosto de pedir informacao pras bachans, que alem de muito atenciosas e prestativas fala beeem devagar qdo percebe que voce eh estrangeiro ^^
Mas tem que escolher bem a bachan antes, algumas ao perceber que somos brasileiros seguram suas bolsas, e saem andando, fingindo ser surdas.... tsc tsc tsc (u.u)

Sildelane V. M. disse...

tbm achei a melhor "Amarrar a gravata na cabeça ao ficar bêbado" apesar de não entender pq eles fazem isso XDDD
e o que é bachans?? hein ><

Sueli disse...

Uma vez saí para jantar num restaurante com algumas japonesas do trabalho, que se impressionaram por me ver usar os hashis com a mão esquerda (sou canhota).
Também me lembro que fui a uma loja comprar uma panela de arroz, comecei a falar com o vendedor em nihongo (sou mestiça). Quando ele viu meu marido, que não é descendente, começou a falar só em inglês, me ignorando completamente, vai entender,rs...
Parabéns pelo blog.