terça-feira, 12 de agosto de 2008

Na faixa

Imagine a seguinte situação: você vai atravessar a rua, mas o sinal está aberto para os carros que estão seguindo a toda velocidade da direita para a esquerda. Visualizou a cena? Você está parado só esperando o sinal dos pedestres ficar verde. Pronto. O sinal fechou para os carros.
Se o sinal para os carros ficou vermelho, consequentemente, o sinal de pedestres ficou verde! Você então segue tranquilamente, em cima da faixa de pedestres, diante dos carros que estão paradinhos e enfileirados a sua direita. Você segue pela faixa, olhando para o sinal de pedestres para se certificar de que ainda está verde para você atravessar tranquilo.
Se o sinal de pedestres está verde para eu atravessar, para que vou correr, se os carros ainda estão parados, não é mesmo? Bom, mas isso era o que eu pensava antes de vir para o Japão!!! Você acredita que mesmo com o sinal de pedestres aberto, o sinal dos carros fechado, os carros enfileirados antes da faixa...mesmo com tudo isso, é possível que venha um carro pela esquerda e de pegue de surpresa, em cheio! Isso mesmo!
Não entendeu? Imagina então uma rua com mão dupla. Carros da direita para a esquerda e da esquerda para direita. O sinal fecha. Você esta atravessando a faixa, porque os carros que vinham da direita estão parados, certo? Mas, os que vêm da esquerda, não precisam respeitar o sinal, e continuam seguindo caminho! Eles passam normalmente pela faixa de pedestre enquanto você está no meio da travessia!!! Não é estranho? Mas aqui é a coisa mais comum de se ver!

Tudo bem, ignore que esse nipotiozinho aí da foto de cima está atravessando com o sinal de pedestres ainda vermelho. Mas no Brasil, eu não lembro de ter que atravessar na faixa de pedestres diante dos carros parados e ficar atento para saber se vinha outro carro na direção contrária! Sinceramente, não lembro disso.

Aqui no Japão, tem gente que até aperta o passo enquanto está atravessando a faixa, mesmo com o sinal de pedestre estando ainda verde, só porque vem um carro querendo cruzar a faixa. E alguns fazem pressão e ficam quase em cima da faixa esperando você atravessar logo. Eu confesso que gosto de usufruir dos meus direitos e, se o sinal de pedestre ainda está verde, eu atravesso tranquilão na minha. Não tô nem aí pra hora do Japão... Já tive que apontar para o sinal de pedestres e mostrar ao motorista, que quase me atropelou, que eu estava no meu direito de atravessar, pois o sinal de carros estava vermelho e o de pedestres verde!!! É mole? Nessa hora eu pensei: "Amigo, tu no Brasil, levava era um soco nesse capot pra deixar de ser malandrão na hora, palhação". Ainda vão me confundir com dublê em plena encenação, quando eu acabar estirado em cima do vidro da frente de um carro... Bom, a palavra de hoje é 横断歩道 (oodan hodoo), vulgo "faixa de pedestre". Aliás falando em faixa de pedestre, lembrei que os minijaspions quando atravessam a rua, atravessam com um dos braços levantados.

Pra quê? Para "elevar" a altura e o motorista poder vê-los mesmo por cima do capot! Não é o máximo?! Vira e mexe tem um atravessando a rua assim. Parece que quer perguntar alguma coisa enquanto está atravessando... (risos)... mas é maneirinho.

8 comentários:

Antonio Fidalgo disse...

Sem dúvida que é estranho. Parece bastante óbvio que não devia haver um sinal verde nessa situação mas sim um sinal laranja piscando que é o que acontece por aqui. Com certeza tem alguma explicação lógica. Só perguntando a alguém ligado ao urbanismo.
Boas postagens.
Anonio Fidalgo

Maria disse...

Isso acontece em quase todas as ruas da minha cidade, aqui no Brasil |(!
abraços e muito sucesso, seu blog é nota 10 ;D!

Simone Takayama disse...

hahaha ... Aqui na China é a mesmíssima coisa !!! Se bem que o trânsito aqui é infinitamente mais bagunçado do que aí!
Abraço!

ick disse...

Eu também atravesso numa boa, mesmo os carros quase passando por cima, eles que esperem, se atropelar é pior pra eles mesmo :D Já li num livro de "regras" de trânsito (bem resumido), falando que mesmo um mendigo bêbado caído no chão numa esquina escura, e você atropelar, praticamente 100% de culpa é do motorista. Eu hein :S
Abraços

Fernando disse...

Bem, aqui em São Paulo mesmo com os carros enfileirados você tem que ficar atento aos motoqueiros que nunca respeitam o sinal vermelho (e o verde dos pedestres)! Talvez seja falta de educação mesmo de alguns japoneses, não é possível isso! É só nesse cruzamento ou em vários outros também? Porque tenho certeza que pelo menos nos países que conheço da Europa nenhum é assim. Na Suíça os pedestres esperam o sinal verde para atravessar mesmo sem carro algum passando.

Ju Fidélis disse...

Adorei o jeito de atravessar do pequeninos! Imaginei minha filha fazendo isso... Legal! Aliás, as crianças japonesas são lindas, algumas mulheres também, mas os homens... Putz, ninguém merece!

Veruzka disse...

Vou ficar de mal c/ vc, Caruzo, sempre q eu penso em algo p/ comentar num e-mail pros amigos vc vem e escreve, hauhauhau! Vou mandar um mail c/ o seguinte teor "faco minhas as palavras dele - link muito japao"!^_^ Mas falando serio, isso do sinal me irrita profundamente, gostaria de saber se ha mesmo uma explicacao logica p/ esse fenomeno! Alias, existe pelo menos UMA rua no Japao q nao seja mao dupla?? Gostaria de saber!
Nao tem nada a ver, mas queria te sugerir (pq nao lembro de vc ter escrito sobre isso) de vc falar das conbini, onde a gente pode fazer de tudo la, ate takyuubin da p/ mandar fiquei impressionada como eh "conveniente" mesmo!! bjuus!!

Iara Leite disse...

Quando meu filho e eu estivemos no Japão, ele tinha apenas 04 anos e aprendeu a atravessar a rua desta forma, tipo minijaspion rs, retornando ao Brasil ele queria fazer o mesmo...tadinho...rsrsrs