terça-feira, 18 de março de 2008

É proibido colocar sua lista telefônica velha em sacola plástica

A NTT, companhia telefônica japonesa, deixou um aviso na minha porta, junto com as novas "páginas amarelas". O aviso dizia que eles estavam reciclando as listas velhas e que por isso, eles viriam outro dia para buscá-las. Muito legal isso! Mas, lendo o aviso com mais calma, alguns pequenos detalhes me chamaram a atenção, principalmente, detalhes que eu nunca tinha visto, bem diferentes, é claro, da maneira brasileira de se trocar as páginas amarelas antigas pelas novas.
Digo isso porque na minha casa, no Brasil, essa troca sempre foi algo bem light, sem dia certo, nem hora marcada. Como era condomínio, o porteiro era quem distribuía a lista recém-chegada. A gente pegava se quisesse e quando quisesse. Quanto às velhas, o porteiro não estava nem aí para o que faríamos com elas! E muito menos a companhia responsável.... Tinha vezes que eu guardava e outras vezes que eu deixava na lixeira. Mas niguém nunca me disse a hora de jogar fora a lista, o local certo para deixar e muito menos deram palpite com relação ao invólucro!! Mas, em outro país, as regras são outras. E, em se tratando do país das regras, o aviso em japonês está cheio delas. Imagina você receber um comunicado assim...
Em português claro, o bilhete que eu recebi em casa seria algo assim...
OK. Vamos reciclar sim, mas precisa disso tudo? Só faltou dizer"Verifique se não há nenhuma página com orelha" ou, sei lá, "Favor deixar aberto em alguma página ímpar". Fala sério! Bom, mas apesar disso, lá deixei a lista antiga, na frente da minha casa e SEM SACOLA!!! A palavra de hoje é "telefone". Em japonês, 電話 (denwa) . Se for um "telefone celular" é 携帯電話 (keitai denwa) , ao pé da letra "telefone portátil", ou simplesmente, 携帯 (keitai).

2 comentários:

C@ruso disse...

um sonho para o Brasil. Muito interessante. Mas, mas ..e se chover?!

Gostei, mas tb vi o quão distantes estamos desta realidade.

SHOW!

Bjs

Ju Lee disse...

Quanto mais vejo as postagens do seu blog, mais percebo...os brasileiros realmente têm problemas com o lixo eim?
Não pode nem pedir pra a balconista jogar um papelsinho no lixo?