sábado, 28 de julho de 2007

"Gringa" do cabelo duro...

A edição deste mês da revista japonesa Vivi, voltada para o público feminino, traz a cantora Namie Amuro na capa. Mas, mais interessante do que ela, famosa e linda na capa da revista, me chamou a atenção uma matéria ”Muito Japão”. Na chamada da capa, eu não lembro muito bem como estava escrito no original em japonês, mas era algo do tipo: ”Você também pode ter cabelo de estrangeira fácil, fácil”. Tentei ver a matéria no site da revista, mas só encontrei a matéria no índice on line. E lá estava: 外国人ヘア!(gaikokujin hea = cabelo de estrangeira). Tudo bem que tem muita estrangeira com cabelo liso também, mas na mesma hora eu pensei: ”e quantas brasileiras invejam o cabelo das japonesas e gastam fortunas com alisamento japonês, chapinhas e afins...". Enquanto isso, as japonesas querem ter cabelo de estrangeira(!!!) e fazem permanente, pintam de loiro, castanho, vermelho e o diabo para ter cabelo de gringa! Inacreditável não?! Bom, mas talvez mais do que "Muito Japão" isso também seja "Muito Ser Humano", que nunca se contenta com o que tem... engraçado isso.

3 comentários:

Karina Almeida disse...

eu tenho uma teoria para esse "fenomeno" muito japao :P

o cabelo das japonesas eh lindo sim, sem duvida! mas, porem, contudo, todavia, as estrangeiras levam vantagem no quesito variedade.

no brasil, por exemplo, tem mulher de cabelo preto, castanho, loiro, ruivo, liso, ondulado, crespo e cia.

ja o cabelo das japonesas nao varia muito ne. eh sempre liso e preto. as vezes eh meio volumoso, as vezes nao. as vezes eh grosso e nao taaaaao liso. mas se tiver japonesa de cabelo que fuja da dobradinha preto-liso eh excecao...

daih a vontade de imitar as estrangeiras. elas querem variar!

acho que estao certissimas! e acho legal que com os homens acontece o mesmo! eles pintam o cabelo e usam uns cortes bem moderninhos (e lindos!!!), nem sempre "dragon ball". imagino que a ideia tambem seja variar!

ah, o cabelo da namie amuro eh lindo ne! mas pra conseguir esse ondulado aih ela deve ficar 3 horas no salao ne?! hihihihi...

Raquel disse...

Acho que quando eu estava no Japão a pergunta que eu mais ouvia era: "Seu cabelo é natural?" Por isso eu gostava ainda mais dos meus cachinhos! Engraçado que, apesar disso de ter ouvido tanto, não lembro direito da pergunta em japonês. Tinha um "jibun". Como é mesmo, Karuzo?

Luiz Guilherme disse...

que coisa. assim não há controle de qualidade que aguente! conseguiram uma produção em série tão boa e agora querem botar defeito só pq saiu tudo bom. realmente. isso é muito humano.